Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Exportações de carne de MT sobem 3,6% em agosto ante julho

São Paulo, 20 - As exportações de carne bovina do Estado de Mato Grosso somaram US$ 75,693 milhões em agosto, alta de 3,6%, ou US$ 2,64 milhões, na comparação com julho, quando somou US$ 73,049 milhões

AE |

selo

São Paulo, 20 - As exportações de carne bovina do Estado de Mato Grosso somaram US$ 75,693 milhões em agosto, alta de 3,6%, ou US$ 2,64 milhões, na comparação com julho, quando somou US$ 73,049 milhões. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), com base nos números da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o valor nominal das exportações da região foi recorde, mesmo com a manutenção do câmbio desfavorável e leve queda no volume. No período, foram embarcadas 24,087 mil toneladas equivalente carcaça de carne bovina, recuo de 0,7% ante as 24,258 mil toneladas de julho. No acumulado do ano, o Estado registra uma receita cambial de US$ 461,622 milhões, com um volume de 157,640 mil toneladas. Em nota, técnicos do Imea atribuem a receita recorde à valorização da carne e à retomada do volume importado pela União Europeia. O bloco, que desde dezembro de 2009 não importava um volume superior a 1 mil toneladas equivalente carcaça, comprou, em agosto, 1,26 mil toneladas de carne bovina de Mato Grosso, com receita de US$ 6,651 milhões. Já o Oriente Médio e a Rússia continuam sendo os dois principais destinos da carne bovina mato-grossense, com porcentuais de 35% e 27% do volume total exportado da região. O Oriente Médio importou 8,348 mil toneladas equivalente carcaça, com receita de US$ 28,120 milhões, enquanto as vendas para a Rússia somaram 6,392 mil toneladas, com receita de US$ 17,917 milhões. Na nota, o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, destaca que os números das exportações do Estado em agosto mostram a retomada da normalidade nas vendas, após a crise do final de 2008. "Os grandes compradores estão voltando, como a Rússia, Venezuela, Oriente Médio e a União Europeia", disse, no comunicado. Segundo ele, Mato Grosso tem todas as condições de se consolidar como grande exportador de carne bovina para o mundo, "pois tem qualidade e volume de produção, o que seus grandes concorrentes, como Argentina, Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos, não têm, pois cada um desses países vêm enfrentando diversos problemas, seja de seca ou restrição de oferta".

Leia tudo sobre: ECONOMICOECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG