RTRS investe R$ 6 milhões para estimular plantio sustentável, mas acordo deixa de fora principal associação de produtores do País

A Round Table on Responsible Soy Association (RTRS), entidade internacional que incentiva o uso e a produção responsável da soja, vai investir cerca de R$ 6 milhões no Brasil para estimular a adoção de práticas sustentáveis no cultivo do grão. Seis entidades ligadas ao setor foram selecionadas e o requisito principal para que receber parte do investimento é ser membro da RTRS.

Com isso, a Associação dos Produtores de Soja do Estado de Mato Grosso (Aprosoja) ficará de fora do programa. Mato Grosso é o principal Estado produtor de soja do País e, como fica na área da Amazônia Legal, é um dos que mais despertam a atenção dos ambientalistas.

Cada órgão vai angariar aproximadamente R$ 1 milhão. Depois disso, a quantia será distribuída aos produtores ligados a eles. O valor vai ajudá-los a trabalhar de acordo com as leis ambientais e trabalhistas do Brasil. “Muitos não sabem como se adaptar ou não veem vantagens em ser regular. Oor isso, temos que o estimular de alguma maneira”, disse Joroen Douglas, presidente da RTRS.

O executivo, que está no Brasil para comandar a quinta Conferência da Soja Responsável, afirmou que apenas 2% da soja produzida no País não está de acordo com a legislação e é nesse pequeno percentual que a RTRS deseja focar seus esforços. “Vamos começar a mapear as principais regiões com plantio de soja no Brasil para poder detectar as falhas”.

O mapeamento deve ocorrer nos próximos três anos e vai colaborar também para que novas áreas sejam descobertas para o cultivo do grão. Segundo estimativas do setor, a produção da soja deve crescer significativamente nos próximos 40 anos. Atualmente, existem 105 milhões de hectares de soja no mundo. Em 2050, esse número chegará a 170 milhões - o Brasil será responsável por 45% desse aumento.

O Brasil é o segundo maior produtor mundial da soja e o maior da América Latina. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção do grão na safra 2008/09 chegou a 57,1 milhões de toneladas. A estimativa para a safra 2009/10, que termina neste mês, é que a produção chegue a 68,7 milhões, um aumento de 20%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.