Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Empregados da indústria de carne suspendem piquetes na Argentina

Buenos Aires, 13 - Os trabalhadores da indústria da carne na Argentina decidiram suspender os piquetes iniciados ontem no Mercado de Liniers, em Buenos Aires, onde o boi gordo é negociado

AE |

Buenos Aires, 13 - Os trabalhadores da indústria da carne na Argentina decidiram suspender os piquetes iniciados ontem no Mercado de Liniers, em Buenos Aires, onde o boi gordo é negociado. No entanto, os sindicalistas vão manter o estado de alerta e mobilização em frente ao local. A decisão foi anunciada hoje, após negociação com o Ministério do Trabalho. A paralisação dos negócios poderia provocar escassez de carne bovina e um novo aumento no preço do produto. Os empregados reivindicam do governo o pagamento de subsídios anunciados em abril. Carlos Molinares, secretário do sindicato que reúne a categoria, disse que o governo se comprometeu a pagar os subsídios de maio e junho aos donos de sete frigoríficos para garantir o pagamento de salários equivalentes a 200 horas de trabalho para 2.500 operários. Os subsídios evitariam demissões ou férias coletivas no setor, que registra uma redução de entre 30% a 40% no abate de gado. Algumas unidades estão paralisadas e aproximadamente oito mil trabalhadores têm sido prejudicados. Segundo o presidente da Câmara da Indústria de Carne (Ciccra), Mario Ravettino, a produção de carne caiu 21,4%, a comercialização recuou 19,2% e o preço do produto para os consumidores subiu 40% no primeiro quadrimestre de 2010 na comparação com igual período de 2009.

Leia tudo sobre: ECONOMICO-ECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG