Recursos ajudarão a concretizar planos de investimento de R$ 1,2 bilhão a serem feitos em empresa de logística da Cosan

A Cosan informa que sua controlada Novo Rumo Logística fechou, em 2 de julho, acordo de investimento com a TPG Capital e Gávea Investimentos. O investimento ocorrerá por meio de aumento de capital na Rumo Logística no valor total de R$ 400 milhões, a ser integralizado em partes iguais pelos investidores. O acordo de investimento está sujeito a determinadas condições que deverão ser concretizadas até 30 de setembro. No fechamento da operação, os investidores deverão subscrever as ações e integralizar o capital, além de firmar um acordo de acionistas.

A Cosan detém, direta e indiretamente, aproximadamente 92,9% da Novo Rumo que, por sua vez, detém 99,9% da Rumo. Após a integralização, a Novo Rumo irá deter 75,0% da Rumo e os investidores deterão 12,5% cada.

Conversão de ações

De acordo com nota ao mercado divulgada hoje, "caso não ocorra um evento de liquidez na Rumo em até três anos do fechamento da operação, os investidores terão, por um período de doze meses, o direito de trocar sua participação na Rumo pelo total de 13.333.333 ações da Cosan, ao preço de R$ 30,00 por ação".

Após esse período, o direito de conversão deixará de existir. Entretanto, no caso de eventual mudança de controle da Cosan ou descumprimento de obrigações específicas previstas no acordo de acionistas da Rumo, não relacionadas ao desempenho econômico, financeiro ou operacional da Rumo ou da Cosan, os investidores poderão optar pela conversão.

Conforme a Cosan, os recursos fortalecerão a estrutura de capital da Rumo, que mantém o programa de investimentos de R$ 1,2 bilhão previamente divulgado. A empresa destaca ainda que grande parte do financiamento para esse programa de investimentos já se encontra contratado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.