Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Conab: safra de cana 2010/11 deve atingir recorde de 651,51 mi/t

São Paulo, 2 - A previsão da safra de cana-de-açúcar que está sendo moída pela indústria sucroalcooleira este ano é de 651,51 milhões de toneladas

AE |

selo

São Paulo, 2 - A previsão da safra de cana-de-açúcar que está sendo moída pela indústria sucroalcooleira este ano é de 651,51 milhões de toneladas. Se confirmada, haverá aumento de 7,8% na produção total em relação ao ciclo 2009/2010 (604,51 milhões de t), alcançando recorde nacional. O resultado faz parte do segundo levantamento da safra divulgado pela hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com os técnicos da Conab, a partir do mês de abril de 2010, as chuvas tornaram-se escassas em toda a região Centro-Oeste, persistindo até o momento. Este comportamento do clima favoreceu as operações de colheita e aumentou a concentração de sacarose na cana. Em contrapartida, prejudicou o desenvolvimento dos canaviais, tanto nas áreas de expansão e renovação como também a brotação das áreas colhidas nesta safra. Em virtude do comportamento do clima, "já pode se prever prejuízos na próxima safra, causados pelo menor desenvolvimento da cana que certamente terá um porte menor, afetando a produtividade", informa a Conab. Os técnicos ressaltam que a situação se agrava ainda mais, pois o prognóstico climático para os próximos três meses (setembro a novembro) é de chuvas abaixo na média histórica no Centro-Sul do País por causa do estabelecimento do fenômeno La Niña, o que certamente prejudicará parte da safra 2010/11. Álcool e açúcar Em agosto, a colheita, ainda em fase intermediária, alcançava 60% da maior parte dos canaviais. Do total de cana a ser esmagada, 54,9% (357,5 milhões t) são destinadas à produção de 28,4 bilhões de litros de álcool, o que representa elevação de 10,30% em comparação com 25,76 bilhões de litros na safra anterior. Deste volume, 20,2 bilhões de litros são do tipo hidratado e 8,2 bilhões do anidro. Os 45,1% (294 mil t) restantes vão para a produção de 38,1 milhões t de açúcar, aumento de 15,35% sobre o período anterior. Na safra 2009/2010, foram produzidas 33 milhões t de açúcar. O consumo interno deve chegar a 11,11 milhões t, somando consumo direto mais produtos industrializados. Segundo os técnicos da Conab, o ATR vem sofrendo variações desde o início da colheita da cana-de-açúcar. No momento, o ATR está acima de 150 kg/t de cana moída, o que gradativamente vai elevando o ATR médio da safra como um todo. Até o momento esta média está entre 135 e 140 kg /t de cana, com variações regionais. A área destinada ao setor sucroalcooleiro chega a 8,2 milhões de hectares (ha) ou 10,2% a mais que a anterior. O Estado de São Paulo continua com a maior parte da área, com 4,4 milhões ha. Em seguida vêm Minas Gerais (706 mil ha), Paraná (613,7 mil ha), Goiás (599,3 mil ha) e Alagoas (438,6 mil ha). O total dessa área ocupa apenas 0,95% do território nacional.

Leia tudo sobre: ECONOMICO-ECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG