A projeção caiu de 595,89 milhões de toneladas para 573,83 milhões de toneladas

A indústria sucroalcooleira reduziu em 3,7% a previsão da moagem de cana-de-açúcar em função do clima seco que atingiu a maior parte do País. A projeção caiu de 595,89 milhões de toneladas para 573,83 milhões de toneladas, volume que ainda garante um crescimento de 5,88% sobre a moagem da safra anterior.

Segundo a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), as chuvas nas principais regiões produtoras estão "significativamente abaixo" da média histórica desde abril. A situação climática reduziu a disponibilidade de cana em 47 milhões de toneladas, estima a entidade, que reúne associações de produtores de sete Estados da chamada região centro-sul (Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro e Espírito Santo).

"Em algumas regiões o cenário é extremo: em Ribeirão Preto, por exemplo, o volume de chuvas observado durante os meses de maio a junho é o terceiro menor dos últimos 20 anos", cita a Unica. De acordo com os dados coletados pela entidade até a primeira quinzena de agosto, a moagem de cana já soma 337,883 milhões de toneladas, marcando um acréscimo de 17,08% sobre o volume de um ano antes. Uma nova revisão da estimativa de volume de cana poderá ser feita no caso de persistência da falta de chuva nos próximos meses.

A expectativa é que a produtividade média do canavial no centro-sul fique cerca de 7% abaixo do que foi observado no mesmo período da safra passada. Nas projeções da Unica, a maior parte da moagem prevista - 56,06% - deverá ser direcionada à produção de etanol. O restante será utilizado para a produção de açúcar. Com isso, a produção de açúcar deverá somar 33,73 milhões de toneladas, marcando aumento de 17,75% na comparação com a safra anterior. Por sua vez, a produção de etanol deverá atingir 26,39 bilhões de litros, com crescimento de 11,4%.

A entidade também prevê uma antecipação do fim da safra, com a possibilidade de colheita em áreas em que a cana não completou totalmente seu ciclo de desenvolvimento, uma vez que o clima seco está ocasionando um avanço nas atividades de moagem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.