Operação deve criar a maior produtora de suco de laranja, responsável por 25% do consumo mundial

A segunda e a terceira maiores produtoras brasileiras de suco de laranja vão se unir. A Citrosuco, do grupo Fischer, e Citrovita, controlada pelo grupo Votorantim, anunciaram na tarde desta sexta-feira a fusão de suas operações. As duas empresas vão dividir o controle em partes iguais - 50% para cada uma das companhias. Juntas, elas devem superar a Cutrale na liderança do mercado.

Agência Estado
Nova empresa terá sete fábricas e receita anual de R$ 2 bilhões
Segundo comunicado, a nova empresa, com receita anual de R$ 2 bilhões, terá sete fábricas (uma na Flórida, nos EUA) e exportará para 80 países. Sua capacidade de produção será responsável por 40% de toda a produção brasileira de suco de laranja e um quarto de todo o suco consumido no mundo. A empresa empregará seis mil funcionários, com pico de dez mil funcionários durante a safra.

"A empresa nascerá alinhada com os atuais valores da Citrosuco e da Citrovita no que diz respeito a um sistema de gestão que prioriza a ética e o respeito no relacionamento dentro da cadeia produtiva, bem como o crescimento sustentável do negócio", dizem as empresas em comunicado conjunto. "As duas empresas atuam hoje em todas as etapas da produção do suco, desde a formação dos pomares até a exportação."

A nova companhia será presidida por Tales Lemos Cubero (atual presidente da Citrosuco). O diretor-geral será Mario Bavaresco Junior (atual presidente da Citrovita). O conselho de administração será compartilhado.

As empresas Citrosuco e Citrovita comunicaram que vão submeter a operação aos órgãos de defesa da concorrência no Brasil e no exterior.

Criada em 1963 por Carl Fischer, a Citrosuco foi a primeira fábrica a processar suco concentrado de laranja, na cidade de Matão, interior de São Paulo. O ingresso do grupo Votorantim ocorreu mais tarde. Em 1989, a Citrovita deu início à produção em Catanduva, no interior paulista.

A maior empresa do setor até então é a Cutrale, controlada por José Luís Cutrale, empresário que detesta aparecer em fotos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.