São Paulo, 2 - A consultoria Céleres previu que a área plantada com soja no Brasil deverá diminuir 0,6%, para 23,192 milhões de hectares na safra 2010/11

selo

São Paulo, 2 - A consultoria Céleres previu que a área plantada com soja no Brasil deverá diminuir 0,6%, para 23,192 milhões de hectares na safra 2010/11. Na avaliação da empresa, as incertezas quanto à rentabilidade da produção da oleaginosa tem deixado os produtores mais cautelosos. O plantio começa entre setembro e outubro. Com uma produtividade média estimada em 2.920 quilos por hectare, a safra deverá render 67,715 milhões de toneladas, queda de 1,1% (786,6 mil t) ante o volume do ciclo anterior, de acordo com a Céleres. São as primeiras projeções da empresa para 2010/11. A retração de 30% no preço médio da soja em relação à safra anterior é um dos principais fatores que limitarão a expansão de área, disse a consultoria. Outros motivos citados são a redução na disponibilidade de crédito por parte das tradings e uma esperada queda de rentabilidade, principalmente nas regiões com logística mais complicada. A exemplo de outras empresas de análise, a Céleres avalia que a redução de área no Centro-Oeste e em Mato Grosso (-372 mil hectares) em particular, deverá ser parcialmente compensada pela migração do milho para a soja no Sul. Em Mato Grosso do Sul, o plantio deverá recuar 92,5 mil ha e em Goiás, 96,8 mil hectares. No Paraná, o cultivo deverá crescer 118,7 mil hectares e no Rio Grande do Sul, 124,2 mil hectares. Outro Estado a ampliar as lavouras da oleaginosa será Minas Gerais, com mais 71,2 mil hectares. "No total, a redução prevista é de 138,2 mil hectares, o que, se confirmada, manterá a área total acima dos 23,0 milhões de hectares", diz a consultoria em relatório divulgado hoje.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.