Tamanho do texto

São Paulo, 23 - A utilização de logística multimodal permitiu ao Grupo São Martinho driblar os problemas de transporte existentes neste momento no Porto de Santos e levar 66 mil toneladas de açúcar VHP do interior de São Paulo até o litoral paulista em menos de dez dias e prepará-las para o embarque de dois navios

selo

São Paulo, 23 - A utilização de logística multimodal permitiu ao Grupo São Martinho driblar os problemas de transporte existentes neste momento no Porto de Santos e levar 66 mil toneladas de açúcar VHP do interior de São Paulo até o litoral paulista em menos de dez dias e prepará-las para o embarque de dois navios. Segundo o diretor comercial e de logística da São Martinho, Helder Gosling, 41 mil toneladas de VHP serão embarcadas no navio Yasa Aysen, para a Cargill, e outras 25 mil toneladas irão para a EDF&Man no navio Shehab Al Muhieddine. "Foi um desafio que assumimos mas conseguimos transportar no tempo requerido e antes dos navios atracarem", disse ele. Os dois navios chegam no dia 25, próxima segunda-feira. Para o transporte, a São Martinho usou a ferrovia para trazer o açúcar da Usina São Martinho, em Pradópolis, até Santos. E também foi usada o transporte rodoviário para transportar o produto da Usina Iracema, em Iracemápolis, até o litoral. O Yasa Aysen levará o VHP da São Martinho para Bangladesh e o Shehab Al Muhieddine parte para a Síria. Gosling informa também que 70% do açúcar foi transportado via ferrovia e 30% via rodovia. "O custo do frete rodoviário subiu e a ferrovia é uma alternativa importante", disse. A São Martinho possui uma parceria com a Rumo Logística para transportar o açúcar da Usina São Martinho, em Pradópolis, até Santos. O grupo também está embarcando açúcar da Usina Iracema através do terminal de embarque da Rumo em Sumaré. "Com a intermodalidade, conseguimos reduzir o tempo da operação e também reduzir os custos em cerca de 15% em relação ao uso apenas do transporte rodoviário", disse. A agência marítima Williams Brazil divulgou hoje que a fila de navios esperando para embarcar açúcar nos portos brasileiros aumentou nesta semana de 100 para 103. A previsão da Williams é de que serão embarcados 2,8 milhões de toneladas até o dia 22 de outubro. Apenas pelo Porto de Santos, devem ser embarcadas 1,9 milhão de toneladas no período.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.