Morre terceira vítima de explosão na Heineken

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Vítima era um rapaz de 30 anos, que morreu por volta das 17h em decorrência das queimaduras provocadas pela explosão

Agência Brasil

Morreu na tarde desta sexta-feira (29) a terceira vítima de uma explosão na cervejaria Heineken, em Jacareí, interior de São Paulo. A vítima era um rapaz de 30 anos, que morreu por volta das 17h em decorrência das queimaduras provocadas pela explosão. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Municipal de São José dos Campos e chegou a passar por uma cirurgia.

Local onde ficava a caldeira que explodiu na fábrica da Heineken, em Jacareí (SP)
Corpo de Bombeiros da PMESP
Local onde ficava a caldeira que explodiu na fábrica da Heineken, em Jacareí (SP)

Outro homem que ficou ferido teve 80% do corpo queimado e segue internado na Santa Casa de São José dos Campos. Seu estado de saúde não foi divulgado. O acidente ocorreu por volta das 10h30 de ontem, com a explosão de uma caldeira na unidade que fica na Avenida Presidente Humberto de Alencar Castello Branco.

Em nota, a Heineken disse que está acompanhando o quadro dos internados para garantir suporte aos envolvidos. A empresa informou que ainda não tem conclusões a respeito das causas do acidente e que também não tem previsão de retorno das atividades operacionais da cervejaria, o que só deve acontecer quando estiver em plenas condições de segurança. Por enquanto, estão mantidas na unidade apenas as rotinas administrativas e de carga e descarga.

Leia tudo sobre: heinekenexplosãomortefábrica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas