Procon do RJ pede que banco seja obrigado a ressarcir cliente por boleto falso

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Orgão entende que elevado número de fraudes do tipo indica haver falha nos canais de segurança das instituições financeiras

O Procon do Estado do Rio de Janeiro moveu na sexta-feira (22) uma ação contra quatro bancos brasileiros de grande porte com o objetivo de obrigá-los a ressarcir o consumidor que cai no golpe do  boleto falso. Os alvos do processo são Bradesco, itaú, Santander e Banco do Brasil.

O Procon pede que a Justiça obrigue os bancos a entregar ao consumidor, em 24 horas, o dinheiro pago por meio de boletos comprovadamente fraudados, sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

Uma das fraudes mais comuns é o código da instituição financeira não vir correto no boleto
Divulgação
Uma das fraudes mais comuns é o código da instituição financeira não vir correto no boleto

No golpe do boleto falso, os fraudadores alteram os códigos da cobrança, o que faz com que o pagamento seja direcionado a uma conta controlada pelo criminoso, e não à da empresa que fez a venda do produto ou serviço.

O Procon entende que o elevado número de golpes desse tipo denunciados ao órgão indica que há falta de segurança nos canais eletrônicos das instituções financeiras e que elas "estão fugindo da sua responsabilidade quanto à devolução destes valores."

O Bradesco informou que não iria comentar a ação. O Banco do Brasil  e o Itaú orientaram a reportagem a procurar a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que por sua vez, orientou a reportagem a procurar os bancos. O Santander não respondeu ao contato até a publicação desta reportagem.

Leia tudo sobre: bancoboleto falso

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas