Receita da Xerox cai com dólar forte e contenção de orçamentos

Companhia registrou recuou 3% na receita, para US$5,4 bilhões, abaixo das previsões de Wall Street, de US$5,51 bilhões

Reuters |

Reuters

A Xerox registrou queda na receita trimestral, com o crescimento da divisão de serviços sendo insuficiente para compensar o impacto do dólar forte, das fracas condições econômicas na Europa e de orçamentos governamentais mais apertados.

A companhia teve lucro por ação de US$0,25, em linha com o esperado por analistas.

Mas a receita recuou 3%, para US$5,4 bilhões, abaixo das previsões de Wall Street, de US$5,51 bilhões.

"Embora estejamos satisfeitos com a trajetória de contínuo crescimento de receita em serviços, a rentabilidade de alguns contratos tem sido prejudicada pelas restrições nos gastos governamentais, atrasando a execução de projetos que requerem investimentos adiantados", disse a presidente-executiva da Xerox, Ursula Burns, em nota.

A divisão de serviços responde por mais da metade da receita da companhia, mas investimentos na unidade pressionaram as margens.

Leia tudo sobre: Economiaempresasxerox

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG