Coca-Cola é a marca mais valiosa do mundo, com US$ 77,839 bilhões

Em segundo lugar está a fabricante do iPhone, Apple, com US$ 76,568 bilhões; ao todo entre as dez primeiras colocadas, cinco são do setor de tecnologia

iG São Paulo | - Atualizada às

GettyImages
A fabricante de refrigerantes venceu o setor de tecnologia e é a marca mais valiosa do mundo com 8% de crescimento em relação ao ano passado

As marcas mais valiosas do mundo estão no setor de tecnologia. Cinco das dez primeiras posições no ranking elaborado pela consultoria Interbrand foram ocupadas por empresas do setor, porém o primeiro lugar ficou com a Coca-Cola. A marca apresentou uma valorização de 8% em relação ao ano passado, alcançando US$ 77,839 bilhões.

Não muito longe desse valor, está a Apple, com valorização de 129%, a marca é considerada a segunda mais valiosa com seus US$ 76,568 bilhões. Além da Apple, entre os dez primeiros estão a Google (4.º lugar, com US$ 69,726 bilhões), a Microsoft (5.º, com US$ 57,853 bilhões), a Intel (8.º, com US$ 39,385 bilhões) e a Samsung (9.º, com US$ 32,893 bilhões).

Em terceiro lugar ficou a IBM com valorização de 8% e valor estimado em US$ 75,532 bilhões. Seria mais uma marca do setor tecnológico, porém a Interbrand considera que a empresa atua no setor de Serviços e Negócios. Completam a lista das dez principais a GE (6º lugar, com US$ 43,682 bilhões), o McDonald’s (7º lugar, com US$ 40,062 bilhões) e a Toyota (10º lugar, com US$ 30,280 bilhões).

Veja: Coca-Cola e JBF investem R$ 1 bilhão em fábrica de embalagens verdes
E também: iPhone vira índice de custo de vida

Segundo a consultoria, as marcas de tecnologia são as que apresentam os maiores ritmos de crescimento nos últimos anos. As quatro maiores valorizações em relação ao ano passado são do setor, a Apple com 129%, a Amazon com 46%, a Samsung com 40% e a Oracle com 28%.

O setor automotivo também está bem colocado, depois da Toyota, a marcas alemãs Mercedes-Benz (avaliada em US$30,097 bilhões) e BMW (US$ 29,052 bilhões) ficaram em 11º e 12º lugar, respectivamente. O mesmo não ocorreu com as marcas de serviços financeiros, pois além do impacto causado pela crise econômica global, escândalos como da Libor mancharam a reputação de marcas líderes no setor. A marca mais bem colocada da categoria é a American Express em 24º lugar, com valor de US$ 15,702 bilhões.

Segundo a Interbrand, nenhuma empresa brasileira conseguiu entrar para a lista das 100 mais valiosas marcas internacionais.

* Com Agência Estado

Leia tudo sobre: marcasrankingAppleCoca-Colavalor

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG