Tensão no Oriente Médio eleva preço do petróleo

Petróleo para novembro negociado na Nymex subia 0,91%, para US$ 90,80 por barril, enquanto o brent para novembro avançava 0,88% na ICE, para US$ 111,01 por barril

Agência Estado |

Agência Estado

Os contratos futuros de petróleo operam em alta com ajuda das crescentes tensões no Oriente Médio. O vice-ministro de Relações Exteriores de Israel, Danny Ayalon, afirmou que as sanções internacionais contra o Irã relacionadas a seu programa nuclear não dissuadiram o país a prosseguir com suas ambições nucleares.

O governo de Israel tem afirmado que pode lançar ataques a instalações iranianas, o que alimenta receios de que sejam provocados distúrbios na oferta de petróleo do Irã.

Dados sobre estoques nos Estados Unidos divulgados na quarta-feira também contribuem para a alta dos preços. Segundo o Departamento de Energia (DOE), os estoques de petróleo bruto no país diminuíram 2,4 milhões de barris na semana passada, surpreendendo analistas que previam aumento de 1,1 milhão de barris.

Um acordo parcial sobre a contestada fronteira entre o Sudão e o Sudão do Sul está aliviando parte das preocupações com a oferta, mas temores de um conflito entre Israel e Irã deverão limitar a queda dos preços, segundo Ole Hansen, analista do Saxo Bank.

Às 8h18 (pelo horário de Brasília), o petróleo para novembro negociado na Nymex subia 0,91%, para US$ 90,80 por barril, enquanto o brent para novembro avançava 0,88% na ICE, para US$ 111,01 por barril. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: ECONOMIAenergiamercadospetróleo

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG