Bovespa perde R$ 6,243 bilhões com oferta de aquisição da Redecard

Resultado do ano, que até a sexta-feira era de um superávit de R$ 5,5 bilhões em recursos estrangeiros na Bolsa, se transformou em um déficit de R$ 658,398 milhões

Agência Estado |

Agência Estado

O leilão da oferta pública de aquisição (OPA) das ações da Redecard puxou o saldo de capital externo na Bovespa para o campo negativo. Na segunda-feira (24), dia do leilão, os investidores estrangeiros retiraram da Bolsa R$ 6,243 bilhões. O movimento é considerado por analistas como atípico e motivado pela grande posição dos estrangeiros em papéis da companhia.

"A maior parte dos lotes grandes da empresa estava nas mãos de estrangeiros", diz um profissional. "Só o fundo Lazard tinha R$ 2,5 bilhões", afirma, se referindo a uma das maiores acionistas minoritárias da Redecard.

O movimento do dia inverteu o sinal do investimentos estrangeiros na Bolsa em setembro. Até a sexta-feira (21), os investidores estrangeiros tinham ingressado com R$ 2,612 bilhões no mês, mas com o resultado do dia 24 o saldo ficou negativo em R$ 3,631 bilhões. A cifra é resultado de compras de R$ 49,985 bilhões e vendas de R$ 53,616 bilhões no período.

Naquele pregão, o Ibovespa subiu 0,96%, aos 61.909,99 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 17,301 bilhões, sendo R$ 10,464 bilhões referentes à OPA da Redecard.

Com isso, o resultado do ano, que até a sexta-feira (21) era de um superávit de R$ 5,5 bilhões em recursos estrangeiros na Bolsa, se transformou em um déficit de R$ 658,398 milhões.

Leia tudo sobre: ECONOMIAmercado de açõesBovespa

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG