Celesc reduz quadro de pessoal em distribuidora em 20,2% com PDV

Segundo a companhia, impacto do PDV no resultado do mês de setembro da Celesc Distribuição, após efeitos tributários, será de R$161,8 milhões

Reuters |

Reuters

A estatal Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) informou nesta segunda-feira que plano de demissão voluntária aprovado em maio para sua unidade de distribuição recebeu adesão de 734 empregados até setembro, ou cerca de 20,2% do quadro de pessoal.

O plano teve como alvo funcionários com pelo menos 19 anos de empresa. Quando o Conselho de Administração aprovou o programa, a expectativa era de adesão de 652 funcionários. O período de desligamento vai de novembro deste ano a junho de 2013.

Segundo a Celesc, "o impacto do PDV no resultado do mês de setembro (terceiro trimestre) da Celesc Distribuição, após efeitos tributários, será de R$161,8 milhões".

"Com a efetividade do plano, a economia bruta gerada estimada é de R$579 milhões, podendo alcançar o montante anual de R$159,2 milhões até o término do plano, previsto para meados de 2018", acrescentou a empresa em comunicado ao mercado.

Na semana passada, a geradora e transmissora de energia Furnas, subsidiária da Eletrobras, anunciou que vai reduzir seu quadro de funcionários em mais de um terço e cortar despesas operacionais para melhorar resultados. O anúncio ocorreu menos de uma semana depois de o governo anunciar pacote para reduzir tarifas de energia.

Leia tudo sobre: NEGOCIOSENERGIACELESCPDV

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG