Lucro da FedEx cai 1,1% no 1º trimestre fiscal

Companhia de entregas registrou ganho de US$ 459 milhões no trimestre, ante US$ 464 milhões no mesmo período do ano passado

Agência Estado |

Agência Estado

O lucro da empresa de entregas FedEx caiu 1,1% no seu primeiro trimestre fiscal, encerrado em 31 de agosto, para US$ 459 milhões (US$ 1,45 por ação), de US$ 464 milhões (US$ 1,46 por ação) no mesmo período do ano passado.

O resultado ficou acima da previsão feita pela empresa no começo deste mês, de lucro entre US$ 1,37 e US$ 1,43 por ação. A receita cresceu 2,6% na mesma comparação, para US$ 10,79 bilhões, superando as projeções dos analistas de US$ 10,7 bilhões.

A margem operacional diminuiu para 6,9%, de 7,0%. A receita com os negócios de entregas expressas - que é de longe o que mais contribui para os resultados da FedEx - aumentou 0,6%, para US$ 6,63 bilhões.

A receita operacional da divisão caiu 28%, com um declínio de 5% no volume nos EUA e uma alta de 1% no exterior.

A FedEx reduziu sua previsão de ganhos para o ano e agora prevê lucro entre US$ 6,20 e US$ 6,60 por ação, menos do que a projeção de US$ 6,90 a US$ 7,40 feita em junho.

Para o trimestre atual, a empresa prevê lucro por ação de US$ 1,30 a US$ 1,45, abaixo da previsão dos analistas ouvidos pela Thomson Reuters de US$ 1,67. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: EconomiaempresasFedEx

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG