Tamanho do texto

Os agentes da cadeia de gás natural fecharam esta tarde um acordo sobre o marco regulatório do setor, a chamada Lei do Gás. O entendimento foi acertado em reunião realizada hoje no Ministério de Minas e Energia (MME), e conta com apoio da Petrobras, da Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar), da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace) e do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), além do próprio MME, que vinha coordenando as discussões nos últimos tempos.

O próximo passo é a apresentação do acordo para o senador Jarbas Vasconcelos, relator do projeto da Lei de Gás na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), no Senado, por onde tramita a discussão do marco regulatório. "O acordo é um avanço, porque os agentes do setor mostraram maturidade neste momento", disse o vice-presidente da Abegás e presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, que participou hoje da reunião.