Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Empresas dizem que vão colaborar com apurações

O laboratório Abbott, por meio de nota, não comentou as investigações da polícia de São Paulo nem as declarações da paciente Dayse da Silva, mas destacou atuação de acordo com a legislação. A Abbott conduz seus negócios de forma ética e legal, respeitando a legislação local e as normas estabelecidas para o setor, diz o texto divulgado pela empresa.

Agência Estado |

José Carlos Buechem, diretor Legal e de Assuntos Corporativos da Wyeth, confirmou ter conhecimento da decisão judicial que permite a retomada das investigações, mas destacou que, em razão do caso ainda não ter transitado em julgado, a empresa prefere não comentá-lo. "Se for pertinente usaremos dos recursos legais", destacou.

Segundo a Novartis, com o desmembramento do processo, cada empresa responderá pelo seu caso. "Como o assunto encontra-se sob apreciação do Poder Judiciário, a Novartis não se pronunciará até a conclusão da questão. A empresa se mantém à disposição dos órgãos competentes." A Serono não se manifestou. "É inegável nossa relação com a Wyeth e outros laboratórios, por ser este nosso negócio, mas as suspeitas são totalmente improcedentes. Ninguém induz a nada, isto é totalmente infundado", afirma a advogada da Benatti, Vânia Mota.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG