Desemprego na América Latina pode crescer 7,5% em 2009, diz Cepal" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Empresários não têm motivo para mandar trabalhador embora, afirma Lula

BRASÍLIA - Apesar de reconhecer que a crise financeira internacional já chegou ao Brasil, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira que nenhum empresário já tem motivos para despedir trabalhadores. De acordo com Lula, se houver demissões a qualquer sinal de crise, a economia ficará ainda mais vulnerável. ¿O governo não vai deixar de assumir a responsabilidade de cuidar dos trabalhadores, mas nenhum empresário tem motivo para mandar um trabalhador embora¿, declarou. http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/12/18/desemprego+na+america+latina+pode+crescer+75+em+2009+diz+cepal+3217293.html target=_topDesemprego na América Latina pode crescer 7,5% em 2009, diz Cepal

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

O presidente também convocou os empresários a trabalharem junto com o governo para evitar a disseminação da crise pela sociedade brasileira. O papel do empresário agora não é encontrar um jeito de ficar mantendo o mesmo lucro. O papel do empresário agora é trabalhar de forma muito rápida junto com o governo para que a gente evite que a crise chegue a toda a sociedade brasileira", disse.

Lula evitou comentar se estaria magoado com o presidente da Vale, Roger Aguineli, pelo fato de a empresa ter demitido nos últimos dias 1,3 mil funcionários. A Vale do Rio Doce é uma empresa boa e muito rica. A explicação que eles me deram é que aqueles trabalhadores, que foram mandados embora, já estavam para ser mandados por conta de uma mudança e de uma inovação administrativa que eles fizeram, ressaltou o presidente.

Em tom otimista, o presidente disse acreditar que o Natal deste ano não será prejudicado pela crise. Vamos ver o número do comércio varejista que vai acontecer por estes dias para a gente perceber que houve um crescimento muito grande em relação ao ano passado. Garanto que, na minha casa e na sua casa, iremos comer um franguito a mais, disse a jornalistas.

O presidente ofereceu nesta tarde um almoço pela visita do presidente de Cuba, Raul Castro, ao Brasil.

Leia mais sobre: crise econômica - demissões

Leia tudo sobre: demissões

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG