Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Empresários brasileiros são acusados de extrair ouro ilegalmente na Colômbia

Bogotá, 14 out (EFE).- Um representante do conselho comunitário do município colombiano de Paimado de Río Quito (noroeste) denunciou hoje que empresários brasileiros extraem ouro de maneira ilegal em minas localizadas nessa localidade e não o declaram às autoridades.

EFE |

Benedesmo Palacios, representante legal desse conselho, fez a denúncia ao ministro de Minas e Energia da Colômbia, Hernán Martínez, e disse que 27 adagas estão operando ilegalmente nessa região.

"Estamos sendo saqueados (...) no município de Río Quito. Hoje há 27 dragas trabalhando de maneira ilegal na região", disse Palacios à "Caracol Radio".

Palacios indicou que o ouro é tirado do município, um dos mais pobres da Colômbia, sem ser declarado às autoridades, e afirmou que já foi ameaçado de morte por causa de suas denúncias.

"Toneladas de ouro são tiradas do município e a grande maioria sai do país de maneira ilegal. Os proprietários destas dragas são do Brasil e do departamento colombiano de Antioquia", acrescentou.

Martínez assegurou que a denúncia é muito grave e anunciou uma investigação para adotar as medidas apropriadas para o caso de serem verdadeiras. EFE fer/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG