A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, como presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, disse não estar preocupada com a situação financeira da estatal. Segundo ela, o empréstimo de R$ 2 bilhões da Caixa Econômica Federal foi concedido por causa de um problema imediato de caixa para pagar impostos.

Em evento no qual posou para fotos ao lado de pequenos agricultores familiares, Dilma disse que a maior empresa brasileira está capitalizada.

"É uma acusação ridícula sobre a Petrobrás", respondeu Dilma ao ser questionada sobre declarações de partidos de oposição de que a Petrobrás tem problema de caixa. "A Petrobrás é a maior empresa, não só de petróleo, mas a maior empresa nacional. Não está descapitalizada". Ela participou no Rio do Brasil Rural Contemporâneo - 5ª Feira de Agricultura Familiar e Reforma Agrária.

Sobre a escolha da Caixa, afirmou que o empréstimo poderia ter sido feito por qualquer outra instituição. Segundo ela, todo banco sonha em emprestar dinheiro à estatal. "A Petrobrás faz com qualquer empresa. Não tem problema nenhum."

Dilma desdenhou de pergunta sobre os analistas que não vêem com bons olhos o resultado da estatal. "Mas aí não é responsabilidade minha, né? Não posso responder pelo que vocês consideram. Posso responder pelo que eu acho."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.