Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Empresa de TI deve aproveitar chances da crise para sobreviver a 2009

SÃO PAULO - Depois do bom momento vivenciado pelo setor em 2008, com o aumento dos investimentos em TI por parte das empresas, o crescimento vertiginoso do consumo de computadores e o conseqüente avanço das companhias ligadas à internet, as empresas do setor de tecnologia deverão se preparar para um período de incertezas. Estava muito fácil.

Valor Online |

Agora elas terão que se readequar e planejar enfoques diferentes, com redução dos custos. Mas as oportunidades, sem dúvida, existirão e vão sobreviver as companhias que souberem aproveitá-las " , afirma Ivair Rodrigues, diretor de pesquisa da IT Data.

A área de software, por exemplo, é um segmento que se fortaleceu e pode, daqui para a frente, apresentar novos caminhos. Segundo um estudo do IDC, consultoria do mercado de tecnologia da Informação e Telecomunicações, o crescimento esperado para o segmento é de 9% em 2009.

A posição de destaque deverá ser do mercado de software de gestão integrada, segundo os analistas. Os economistas do Banco Fator afirmam que, depois de experimentar sua consolidação em 2008 com a compra da Datasul pela Totvs, " o fortalecimento deste setor deve continuar " . Isso porque tanto no Brasil, quando nos demais países da América Latina, esse tipo de produto ainda tem pequena participação, o que gera um potencial de crescimento através do licenciamento de pacotes, principalmente para as pequenas e médias empresas.

Por outro lado, o desaquecimento da economia e a restrição ao crédito podem atrapalhar esse potencial, dificultando as negociações para a ampliação da base de clientes. " Mesmo assim, no caso da Totvs, ela não sairia prejudicada, pois parte relevante de sua receita - 45% da receita bruta total em 2008 - é determinada pela manutenção de software já instalado " , afirmam os analistas do Fator.

Outro ponto de atenção para a empresa em 2009 são os gastos para desenvolver as unidades na América Latina e integrar as subsidiárias das duas companhias. " Em 2009 ficaremos atentos nas operações nos outros países latinos. E não nos surpreenderíamos se um player global vier a adquirir a Totvs " , dizem em relatório.

Os analistas do Citi afirmam que as ações da empresa, selecionada por alguns como top pick do setor, devem se valorizar mais, apesar dos riscos do mercado. " Mesmo se o cenário macroeconômico apresentar maior deterioração, a empresa pode ajustar sua base de custo e manter boa parte de seu fluxo de caixa " , explicam.

Na área de hardwares, no entanto, os prognósticos não são animadores, já que o crescimento da venda de PCs verificado em 2008 não deve se repetir. " Por causa do aumento dos custos de importação, as empresas produtoras de computadores não conseguirão abaixar o preço, apesar da queda do consumo " , afirma Ivair Rodrigues, da IT Data. A entidade calcula que já em janeiro os preços dos produtos de informática deverão sofrer um ajuste de cerca de 20%.

A retração da venda de computadores é ainda mais preocupante, pois pode catalisar problemas para outros segmentos de TI. A banda larga, por exemplo, sofre os efeitos diretos do menor acesso da população ao computador pessoal. O comércio eletrônico é ainda mais afetado, pois também é extremamente dependente do ritmo de expansão de renda. " O crescimento recente das compras pela internet estava intimamente ligado à ascensão das classes de renda mais baixa " , explicam os analistas do Banco Fator.

Por outro lado, os provedores, como o UOL, poderão sentir alguns efeitos positivos da crise. Isso porque os anunciantes, em momentos de retração, procuram mais do que nunca otimizar seus investimentos, tendendo assim a procurar espaço nos meios digitais, que permitem às marcas obter um maior retorno sobre o investimento. O UOL abocanhou 30% deste mercado brasileiro em 2008. O potencial é outro fator positivo: a publicidade online no Brasil ainda tem baixa penetração, marcando 3,6% do mercado total em setembro de 2008 (em setembro de 2007 era de 2,6%).

Depois de um ano repleto de forte movimentação econômica e marcado pela consolidação do setor de tecnologia brasileiro, o investidor deve ficar atento e tomar precauções para 2009. " Nós acreditamos nas ações deste mercado, mas sugerimos cautela " , afirmam os analistas do Fator. Segundo Ivair Rodrigues, do IT Data, o mundo continuará vendo o Brasil como um mercado excelente e de grande potencial para se realizar investimentos. " Mas haverá uma readequação de foco " , afirma ele. Isso significa que as empresas do setor só conseguirão ter bons resultados se elas se tornarem mais atuantes e mais próximas do consumidor e, principalmente, se atentarem para as oportunidades que a crise também oferece. " Daqui para a frente, é seleção natural de Darwin. Ficam os mais espertos. Os fracos vão sair do mercado " , conclui Rodrigues.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG