Tamanho do texto

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia chinesa Bureau de Exploração e Desenvolvimento Mineral do Leste da China (ECE) assinou nesta quarta-feira uma carta de intenções para a compra da Itaminas Comércio de Minérios, por 1,2 bilhão de dólares. A venda do ativo de minério de ferro do grupo Itaminas, que também atua nos segmentos de ferro gusa e reflorestamento, tem como objetivo principal o pagamento de dívidas no valor de 400 milhões de dólares e de terras arrendadas pela companhia, de acordo com Wilson Brumer, presidente da Winbros, empresa contratada para organizar a venda e atrair potenciais compradores.

"Somente a partir de agora será detalhado como será feito o pagamento pelo ativo", afirmou Brumer à Reuters. As negociações entre a Itaminas e a ECE ocorrem há cerca de seis meses, afirmou.

Com 51 anos de mercado, a Itaminas produz 3 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e possui uma jazida com recursos estimados em 1,3 bilhão de toneladas.

É possível, entretanto, que a produção chegue a 25 milhões de toneladas de minério de ferro anuais, por conta do potencial da reserva e de outras condições existentes no local.

Os ativos da mineradora estão localizados no município de Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte.

(Por Carolina Marcondes)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.