La Paz, 11 jul (EFE).- A empresa brasileira OAS foi a única que se inscreveu na licitação para a duplicação da estrada La Paz-Oruro, no planalto andino boliviano, informou hoje a Administradora Boliviana de Estradas (ABE).

A companhia brasileira apresentou nesta sexta-feira sua proposta para construir a via, de 228 quilômetros de extensão, por US$ 369 milhões, destaca uma nota da ABE.

A presidente do órgão, Patricia Ballivián, disse que o projeto da OAS deverá ser avaliado em 20 dias.

Segundo informações, a construtora vai financiar as obras com recuros do BNDES.

A estrada entre La Paz e Oruro é uma das mais movimentadas da Bolívia, com um fluxo de aproximadamente 3.300 veículos por dia. EFE rs/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.