Tamanho do texto

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), reagiu à pressão dos bancários para que o projeto de lei que tramita na Assembléia Legislativa sobre a venda da Nossa Caixa ao Banco do Brasil inclua uma garantia dos empregos. Os sindicatos não têm o que falar, porque na verdade já há garantia de emprego, atacou Serra.

"Eles vão pedir o que já existe", acrescentou, após participar da abertura das provas do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo, numa escola no Jabaquara.

Segundo o governador, no entendimento com o Banco do Brasil ficou acertado que os empregos da Nossa Caixa seriam mantidos. Serra enviou na segunda-feira o Projeto de Lei nº 750, que autoriza a venda da Nossa Caixa ao BB. O projeto foi enviado em regime de urgência e os deputados têm até amanhã para apresentar emendas.

O líder do PT na Assembléia, Roberto Felício, disse que as emendas que serão apresentadas pela bancada vão "tentar estabelecer um período de estabilidade (do emprego)". Segundo ele, as emendas também tentarão incluir garantias de manutenção das condições salariais dos funcionários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.