Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Emprego nos EUA e IPCA movimentam a sexta-feira

SÃO PAULO - A sexta-feira concentra os indicadores mais aguardados da semana tanto no âmbito doméstico quanto no externo. O destaque fica como relatório sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos durante o mês de janeiro.

Valor Online |

Às 11h30, o Departamento de Trabalho mostra quantas vagas a economia americana perdeu no mês passado. A previsão é de que foram fechados 500 mil postos de trabalho, seguindo perda de 524 mil em dezembro. Para a taxa de desemprego, é esperada alta de 7,2% para 7,5%.

Na quarta-feira, a ADP, empresa que processa folhas de pagamento, apontou a perda de 522 mil empregos no setor privado dos EUA em janeiro, resultado dentro do esperado.

Por aqui, atenção para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro, que deve apontar elevação de 0,40% a 0,46%, seguindo inflação de 0,28% em dezembro. Com isso, em 12 meses, a inflação oficial fica entre 5,7% a 5,8%. Vale lembrar que o IPCA-15, espécie de prévia do indicador, surpreendeu negativamente, com alta de 0,40%.

Os investidores também recebem o Índice Geral Preços Disponibilidade Interna (IGP-DI) de janeiro, calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). As expectativas oscilam entre inflação e deflação.

No front corporativo, a empresa de transmissão de energia Terna apresenta seu desempenho trimestral. No mercado externo, British Airways, Infineon Technologies, Mitsubishi UFG Financial e Toyota divulgam resultados.

A segunda semana de fevereiro tem poucos indicadores na agenda. Por aqui, a atenção segue voltada para os números de inflação, com IPC-S, IGP-M e IPC-Fipe. Nos EUA, foco nas vendas no varejo e produção industrial.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG