Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Emendas de Virgílio não passam

O senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) conseguiu aprovar 5 pontos das 14 emendas que incluiu no projeto de lei dos sacoleiros. Neles estão exigências que vão do cadastramento dos veículos das microempresas beneficiadas à autorização dos fabricantes originais para a importação dos produtos.

Agência Estado |

Mesmo com parte das alterações aceitas, ele votou contra, sob o argumento que o projeto pode prejudicar a indústria brasileira.

"As emendas praticamente inviabilizam a proposta", diz o deputado Fernando Lucio Giacobo (PR-PR), relator do substitutivo aprovado em março. Segundo ele, as alterações devem ser retiradas quando o texto retornar à Câmara. "O importante é que o projeto foi aprovado." Giacobo pretende alterar a alíquota do Regime de Tributação Unificada, caso seja novamente o relator do projeto. "Não faz sentido uma alíquota de 42,25% num momento em que o dólar está tão alto", afirma.

Para o senador Osmar Dias (PDT-PR), Virgílio marcou posição na defesa dos interesses de seu Estado. "A lei, sem as emendas do Arthur Virgílio, vai trazer para a legalidade mais de 10 mil famílias, inicialmente." PAULO JUSTUS

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG