Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Embrapa confirma 1º foco de ferrugem em unidade de alerta em GO

São Paulo, 25 - O Consórcio Antiferrugem da soja, coordenado pela Embrapa, identificou o primeiro foco da doença no Brasil para a safra 2008/09. A doença foi localizada em Senador Canedo (GO), município próximo a Goiânia, numa unidade de alerta da Agência Rural, instituição de pesquisa agropecuária e extensão rural do governo de Goiás.

Agência Estado |

O foco foi identificado na semana passada, antecipando em 15 dias a incidência da doença nas lavouras brasileiras. Na safra 2007/08, o primeiro foco foi identificado no início de dezembro em uma lavoura comercial em Mato Grosso do Sul. A confirmação foi feita pela fundação MS, em uma área no município de Aral Moreira.

Apesar de o foco identificado não estar em uma lavoura comercial, os pesquisadores da Embrapa informam que será preciso ampliar o monitoramento na região. Segundo a pesquisadora Cláudia Godoy, a maior parte das lavouras de soja implantadas na região ainda está no estádio vegetativo, mas "os produtores precisam intensificar o monitoramento e ficar alertas para o aparecimento de focos de ferrugem asiática", diz.

Na avaliação do analista Pedro Arantes, da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás (Faeg), o risco de a doença trazer prejuízos para a lavoura do Estado existe, uma vez que a doença está instalada. "Por enquanto, não há previsão de chuvas além do normal para Goiás, mas se houver um período em que elas fiquem intensas o controle da doença passa a ser mais difícil", afirma Arantes.

O consultor descarta a possibilidade de os produtores reduzirem os tratos da lavoura em decorrência da falta de crédito provocada pela crise financeira internacional. "Trabalhamos com a possibilidade de o produtor reduzir a quantidade de adubo, mas não descuidar e nem diminuir o uso de defensivos", afirma.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG