Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Embraer registra perdas de R$ 48,4 milhões no terceiro trimestre

Rio de Janeiro, 4 nov (EFE).- A Embraer registrou perdas de R$ 48,4 milhões no terceiro trimestre, arrastada pela desvalorização do real, informou hoje a empresa.

EFE |

O resultado se compara desfavoravelmente com o lucro de R$ 306 milhões do terceiro trimestre de 2007 e com os R$ 176,3 milhões de ganhos do período entre abril e junho deste ano.

O resultado negativo equivale à queda de R$ 0,06692 por ação e foi atribuído pela Embraer à "alta volatilidade da taxa de câmbio ocorrida ao final do mês de setembro".

A empresa teve receita líquida de R$ 2,638 bilhões no terceiro trimestre.

O Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) fechou o terceiro trimestre em R$ 356,3 milhões, com margem de 13,5% contra 15,9% de um ano atrás.

As perdas foram associadas a investimentos em derivativos, contratos futuros de divisas com os quais, como outras grandes empresas exportadoras brasileiras, tentava se proteger da forte revalorização do real frente ao dólar.

Desde o agravamento da crise financeira mundial, em setembro, a moeda brasileira já se desvalorizou 30%.

Até 30 de setembro, a Embraer tinha derivativos no valor de R$ 1,675 bilhão, com vencimentos em 30 de dezembro deste ano e em 31 de março e 30 de junho de 2009.

A taxa de câmbio fixada nestes papéis de futuros é de R$ 1,75 no fechamento de 2008 e de R$ 1,72 para o fechamento de março de 2009.

Hoje, por exemplo, a taxa é de R$ 2,15, por isso estão previstas mais perdas neste conceito, segundo os especialistas.

No relatório, a empresa disse que confia que as perdas de sua política de proteção de riscos cambiais tendam a ser compensadas "com um volume maior de receitas operacionais", pois 97% de suas vendas vêm de exportações. EFE ol/wr/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG