SÃO PAULO - O ING obteve lucro líquido de 1,920 bilhão de euros no segundo trimestre de 2008, com queda de 25% ante os 2,559 bilhões de euros somados um ano antes, mas melhor do que esperado por alguns analistas. A redução no resultado foi associada a uma queda nos ganhos dos investimentos.

O ING continua a lidar bem com a turbulência no mercado de crédito, observou o executivo-chefe da instituição, Michel Tilmant. Não estamos imunes às mudanças no ambiente ao nosso redor e a debilidade sustentada nos mercados financeiros coloca pressão sobre os ganhos, completou.

O executivo avaliou que o impacto direto da crise de liquidez e crédito permaneceu limitado no trimestre. As perdas dos investimentos do ING em classes de ativos sob pressão foram de 44 milhões de euros após impostos.

As empresas do serviços financeiros estão enfrentando uma volatilidade de mercado sem precedentes, liquidez restrita e concorrência intensificada por depósitos, o que deve prosseguir em 2009. Estamos executando nossa estratégia em um contexto de ambiente desafiador, de olho nas margens e despesas, notou Tilmant.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.