Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Em São Paulo, Uribe defende investimento brasileiro na Colômbia

SÃO PAULO - O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, aproveitou o primeiro dia de sua viagem ao Brasil para mostrar a empresários brasileiros as vantagens que seu país oferece aos investidores estrangeiros. Durante um almoço promovido hoje pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), em São Paulo, Uribe destacou uma série de isenções fiscais dadas pelo governo para o capital produtivo vindo do exterior e afirmou que as iniciativas brasileiras são muito bem-vindas em seu país.

Valor Online |

"A palavra-chave de nosso governo é confiança. Confiança também dos investidores", disse Uribe, ressaltando os avanços macroeconômicos que a Colômbia apresentou nos últimos anos, principalmente depois que assumiu a presidência, em 2007.

Segundo ele, as reservas internacionais colombianas aumentaram, a taxa de investimento cresceu e a dívida pública do país manteve-se estável. Graças a esses fatores e também aos incentivos fiscais, ele disse que vários países começaram a investir na Colômbia, entre eles o Brasil.

Empresas como a Petrobras, Votorantim e Gerdau têm negócios na Colômbia, segundo Uribe. "Gostamos muito do investimento brasileiro, pois é ele tem um conceito de produção, de riqueza social, de longo prazo. Não é um investimento especulativo."
Ainda de acordo com Uribe, nos últimos anos, o Brasil aumentou muito seu comércio com a Colômbia. O volume de negócios aumentou de US$ 800 milhões para US$ 3,1 milhões em seu governo.

Para Uribe, todos os investimentos brasileiros e estrangeiros são bem-vindos desde que cumpram seu papel social, mantenham uma relação de trabalho fraterna e respeitem o meio ambiente.

O presidente colombiano ainda defendeu um consenso da América Latina sobre a iniciativa privada para que a região consiga atrair mais investimentos. "Não podemos dividir a América Latina entre o estadismo e liberalismo. O ponto de consenso deve ser o respeito a iniciativa privada com responsabilidade social", disse ele.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG