Como era esperado neste feriado norte-americano do Dia de Ação de Graças, e depois de três pregões em alta, a Bovespa engatou uma realização de lucros. Mas o movimento foi muito tímido e pautado por baixo volume de negócios, além da fraca vontade dos investidores em se desfazer de papéis.

O Ibovespa terminou o dia com desvalorização de 0,70%, aos 36.212,65 pontos. Oscilou entre a mínima de 36.114 pontos (-0,97%) e a máxima de 36.817 pontos (+0,95%). No mês, acumula perdas de 2,80% e, no ano, de 43,32%. O giro financeiro foi o menor de novembro, ao somar R$ 1,739 bilhão.

Apesar de o Ibovespa ter subido mais de 16% em 3 pregões, reduzindo consideravelmente as perdas de novembro até ontem, os investidores evitaram hoje engatar uma forte realização de lucros. As notícias positivas dos últimos dias lá fora acenderam a vontade de que a crise pode estar dando indícios de melhora, o que leva à manutenção e também à compra de papéis - hoje, o governo espanhol anunciou que vai aprovar um pacote de estímulo de 11 bilhões de euros para reativar a economia. Ainda é cedo para fazer prognósticos, mas explica a queda tímida do Ibovespa nesta sessão.

Diante da apatia justificada pela folga de um feriado, foi amplificada a notícia de que a Petrobras pegou um empréstimo de R$ 2 bilhões da Caixa Econômica Federal para recompor seu caixa. Os recursos teriam sido levantados no fim de outubro e, segundo o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que apresentou a denúncia, haveria suspeita de que a estatal estaria sofrendo sério problema de caixa.

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, negou que a operação fosse um sinal de que a estatal estivesse descapitalizada. "Foi um problema imediato de caixa" para pagar impostos, segundo ela. E a própria estatal minimizou a operação. Perto do término da sessão da Bovespa, o diretor de Relações com Investidores da Petrobras, Almir Barbassa, disse que a operação com a Caixa é trivial e que, como essa, a estatal fez 21 ao longo do ano com outras instituições.

Os papéis da Petrobras fecharam em baixa de 2,48% os ON e 2,78% os PN. No pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York, o petróleo janeiro operava, às 18h20 (de Brasília), em baixa de 0,72%, a US$ 54,05 por barril. A outra blue chip (ação de primeira linha), Vale, fechou em baixa de 1,96% a ON e de 0,94% a PNA.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.