Tamanho do texto

Após um pregão de grande oscilação, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou os negócios desta quinta-feira no terreno negativo. A Bovespa encerrou os negócios em queda de 0,91%, aos 57.017 pontos.

Em Nova York, Dow Jones e Nasdaq operam no negativo, puxadas pelos dados do seguro-desemprego no país, influenciando os negócios por aqui. O número de americanos que entrou com pedido de auxílio-desemprego na semana passada cresceu para o maior nível em seis anos, de acordo com relatório do Departamento de Trabalho.

O índice Dow Jones caiu 1,93% e fechou com 11.431,43 pontos. O Nasdaq recuou 0,95% e encerrou com 2.355,73 pontos. O S&P-500 caiu 1,79%, para 1.266,07 pontos, enquanto o NYSE Composite fechou em baixa de 1,92%, aos 8.338,40 pontos. As informações são da Dow Jones.

Nos últimos dois pregões, a Bovespa havia encerrado os negócios em terreno positivo, ensaiando uma recuperação em relação às perdas das últimas semanas.

Dólar

O dólar teve mais um dia de valorização ante o real e, mesmo depois de abrir no negativo, encerrou os negócios nesta quinta-feira em alta.

A moeda americana encerrou o dia cotada a R$ 1,593, com alta de 0,95%.

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa