Entenda as quedas acentuadas nas bolsas de valores" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Em dia de pânico nos mercados, Bovespa fecha em queda de 3,97%; dólar dispara

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) refletiu o pânico global diante da possibilidade de uma recessão no mundo e fechou em queda de 3,97%, aos 35.609 pontos. Perto do fechamento, o Ibovespa ainda ensaiou uma recuperação, reduzindo as perdas, mas terminou o dia em baixa. http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2008/10/10/entenda_as_quedas_acentuadas_nas_bolsas_de_valores_2025926.html target=_topEntenda as quedas acentuadas nas bolsas de valores

Redação com agências |

Na semana, a Bovespa acumula perda de 20,01%. No mês de outubro, o índice registra 28,12% de baixa, com recuo acumulado de 44,26% no ano.

O estresse financeiro foi sentido desde a abertura dos negócios. O pregão chegou a ser suspenso no início da manhã, por volta das 10h35, depois de ter recuado mais de 10%.

Depois que os negócios foram retomados, o Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, reduziu parte das perdas. Mas o movimento de recuperação teve pouco fôlego e o processo de desvalorização voltou a tomar conta do índice, seguindo a piora dos mercados acionários internacionais.

Volume financeiro já é recorde

O volume financeiro do mercado à vista da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) este ano até quinta-feira já é o maior da história, com R$ 1,02 trilhão. O giro supera todo o ano de 2007, que foi de R$ 1,013 trilhão. Em dólares, a Bolsa movimentou US$ 601 bilhões em 2008.

As ações preferências (PN) da Petrobras lideram o ranking dos papéis mais negociados, com R$ 177,3 bilhões acumulados este ano até ontem, e representando 17,38% do total do mercado. A segunda colocação fica com as ações PN classe A (PNA) da Vale, com R$ 123,7 bilhões, ou 12,13% do total.

As 20 ações com maior volume financeiro acumulam, no período, R$ 668,3 bilhões negociados, que representam 65,52% do total do mercado. Em 2007, as 20 maiores movimentaram R$ 601,1 bilhões, ou 59,42% do total.

Até agora, em 2008, a Bovespa é a única bolsa na América Latina a atingir seu maior volume financeiro da história, segundo nota da Economática.

Dólar fecha em alta

O dólar comercial retomou nesta sexta-feira o movimento de valorização, puxado pela forte tensão que dominou os mercados globais hoje. Nem mesmo o leilão de swap e as duas operações de venda de moeda pelo Banco Central no mercado à vista foram suficientes para debelar a valorização da divisa, que opera na máxima do dia.

O dólar comercial fechou negociado a R$ 2,32, alta de 5,58% - maior patamar de fechamento desde maio de 2006. Na quinta-feira, a divisa fechou a R$ 2,198, queda de 3,59%.

Nas operações de swap cambial, a autoridade monetária tem posição vendedora em câmbio e compradora em taxa de juros, o que injeta recursos no mercado, colaborando para a depreciação do dólar. Com a operação de hoje, o BC realiza leilões de venda de swap cambial pelo quinto dia consecutivo nesta semana.

Na quarta-feira, pela primeira vez desde fevereiro de 2003, a autoridade monetária retomou os leilões de venda direta de dólares, ao realizar três intervenções deste tipo. Ontem, foi feito novo leilão neste modelo e hoje, mais dois.

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

Leia tudo sobre: mercados

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG