Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Eletrobrás tem lucro de R$2,1 bi no 3o tri com queda do real

RIO (Reuters) - A desvalorização do real ajudou a estatal Eletrobrás a obter lucro de 2,1 bilhões de reais no terceiro trimestre do ano, contra prejuízo de 174 milhões de reais um ano antes. O resultado foi positivo apesar da incorporação de distribuidoras de energia deficitárias no balanço da companhia.

Reuters |

A variação cambial teve impacto positivo sobre os recebíveis em dólar da companhia de 2,5 bilhões de reais no terceiro trimestre, ajudando a receita a subir 23,7 por cento em relação há um ano, para 7,2 bilhões de reais. No mesmo período do ano passado o impacto cambial gerou perda de receita de 608,5 milhões de reais.

A partir do terceiro trimestre, a Eletrobrás passou a consolidar no seu balanço as distribuidoras anteriormente federalizadas de Manaus, Alagoas, Acre, Rio Grande do Norte e Piauí. Também foi a estréia da Eletropar no balanço, nova designação da antiga Light Participações, que ficou com a empresa após a privatização da Light em 1996.

A empresa vem tentando tornar seus balanços mais transparentes para aumentar a liquidez dos seus papéis no mercado, que iniciaram negociação na Bolsa de Nova York em outubro.

Nos nove primeiros meses do ano, o lucro da Eletrobrás atingiu 3 bilhões de reais, 3.493 por cento maior do que há um ano, quando teve prejuízo de 91,3 milhões de reais.

Somadas, as distribuidoras federalizadas contabilizaram nos nove primeiros meses do ano prejuízo de 164,9 milhões de reais pela equivalência patrimonial. A empresa não forneceu o resultado das distribuidoras no terceiro trimestre.

A Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTE) registrou perdas de 149 milhões de reais. Entre as subsidiárias de geração hidrelétrica, apenas a Eletronorte fechou os nove meses no vermelho, registrando prejuízo de 956 milhões de reais.

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) foi a mais lucrativa, com resultado pisitivo de 902,1 milhões de janeiro a setembro. Furnas ganhou 431,4 milhões de reais no período, Eletrosul 180,6 milhões de reais, Eletronuclear 173,8 milhões de reais e Itaipu 7 milhões de reais.

(Por Denise Luna)

Leia tudo sobre: eletrobrás

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG