RIO - O presidente da Eletrobrás, José Antônio Muniz Lopes, reafirmou que a estatal vai pagar aos acionistas os dividendos de cerca de R$ 8,5 bilhões retidos desde a década de 70. O executivo não confirmou, no entanto, quando esse pagamento será feito.

"Essa é uma questão sensível. Nós vamos pagar, mas quando nós vamos pagar, não podemos falar ainda. Eu espero que seja esse ano. Desejo. Mas não sei, porque é algo que não depende só da Eletrobrás. Se dependesse só da Eletrobrás, seria esse ano. Estamos trabalhando para ser esse ano", afirmou Muniz Lopes, que participou hoje do Encontro Nacional dos Agentes do Setor Elétrico (Enase 2008), no Rio de Janeiro.

Muniz Lopes comemorou ainda o lançamento dos ADRs (American Depositary Receipts) da estatal na Bolsa de Nova York e afirmou que a aprovação da Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM americana) durante a crise financeira foi "uma vitória espetacular".

"É melhor estar na Bolsa de Nova York ou não estar?", questionou, lembrando que a partir de 31 de outubro, grandes fundos de pensão dos Estados Unidos também estarão aptos a comprar as ações da estatal.

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.