Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Eletrobrás descarta capitalização em 2010

SÃO PAULO - O presidente da Eletrobrás, José Antonio Muniz Lopes, descartou para este ano a possibilidade de uma capitalização da estatal, via emissão de ações, como estava sendo avaliado pelo governo. Não precisamos disso agora. É uma decisão que tem que ficar para o próximo governo , afirmou o executivo durante evento organizado em São Paulo pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB).

Valor Online |

O aumento de capital era estudado como uma saída ao pagamento de R$ 10,3 bilhões em dividendos represados desde o fim dos anos de 1970. Tal possibilidade trouxe preocupações sobre a diluição de minoritários no capital da Eletrobrás.

No fim, a estatal decidiu usar seu caixa para pagar o passivo em quatro parcelas anuais até 2013.

Muniz acrescentou que a companhia deverá investir R$ 9 bilhões neste ano e mais R$ 15 bilhões entre 2011 e 2012, praticamente concluindo o anunciado plano que previa aportes superiores a R$ 30 bilhões entre 2009 e 2013 - excluindo aqui o investimento na construção da usina de Belo Monte. Só no ano passado, a Eletrobrás investiu R$ 5,4 bilhões, disse Muniz.

O executivo ainda informou que a participação da estatal na hidrelétrica de Belo Monte será analisada pelo conselho de administração até o fim deste mês. No mesmo evento, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse a jornalistas que a Eletrobrás terá uma participação entre 40% e 49% no projeto.

(Eduardo Laguna | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG