Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Elektro: conta de luz fica 11,61% mais cara hoje

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou ontem reajuste na tarifa de energia elétrica da Elektro, empresa que presta serviços para 223 municípios de São Paulo (principalmente no Interior) e cinco cidades do Mato Grosso do Sul. São mais de dois milhões de consumidores que vão passar a pagar mais caro pela energia elétrica a partir de hoje, quando serão publicadas no Diário Oficial da União.

Agência Estado |

Dependendo da classe de consumo, o reajuste poderá ser maior. Quem consome a chamada "energia de baixa tensão", como é o caso da maioria das residências, pode receber uma conta de luz até 11,61% mais alta. O setor industrial vai arcar com alta de 9,72%, em média, no preço da energia elétrica.

De acordo com a Aneel, os porcentuais de reajuste da distribuidora refletem o repasse às tarifas do aumento dos custos com o Encargo de Serviços do Sistema (ESS), que tem como atribuição garantir a segurança energética. O encargo fou mais alto por conta da operação de usinas termoelétricas, acionadas no final de 2007 e no início deste ano.

Outra coisa que fez o reajuste ficar salgado neste ano foi a alta de 15,12% registrada pelo Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas. O indicador é usado na correção de alguns custos que compõem as tarifas.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG