SÃO PAULO - A fabricante de softwares de jogos Electronic Arts (EA) anunciou que irá demitir 6% de seus funcionários com a intenção de economizar US$ 50 milhões por ano. A empresa, uma das maiores em seu mercado, fechou o segundo trimestre fiscal, encerrado em setembro, com prejuízo líquido de US$ 310 milhões.

No ano anterior, o resultado nesse período havia sido de prejuízo líquido de US$ 195 milhões. Com o aumento nas perdas, a companhia decidiu implantar um plano de reestruturação para reduzir custos, o que levou ao anúncio de demissões e de maior transferência de trabalho para equipes de fora dos EUA.

O faturamento da empresa, porém, registrou alta de US$ 640 milhões no segundo trimestre fiscal de 2007 para US$ 894 milhões no mesmo período deste ano. Isso foi possível graças aos sucessos dos jogos Spore, e Madden NFL 09, entre outros.

A companhia afirma que irá fechar o ano fiscal com vendas de entre US$ 5 bilhões e US$ 5,3 bilhões, embora espere uma queda em seu lucro por ação, para entre US$ 1 e US$ 1,40, ante previsão anterior de US$ 1,30 a US$ 1,70.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.