o pior palco para Cúpula Ibero-Americana, diz agência cubana - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

El Salvador é o pior palco para Cúpula Ibero-Americana, diz agência cubana

Havana, 31 out (EFE).- El Salvador talvez seja o pior palco para que a 18ª Cúpula Ibero-Americana tenha como tema central Juventude e Desenvolvimento, afirmou hoje um artigo da agência oficial cubana AIN.

EFE |

"A menor das repúblicas centro-americanas ostenta o recorde de homicídios no continente, e sua imagem de violência se vê reforçada" pela atuação das conhecidas gangues de jovens, afirma a agência.

"Filhos da exclusão e do implacável neoliberalismo (...) os membros das gangues se multiplicam apesar das políticas fracassadas" para combatê-las, acrescenta a nota.

Segundo a "AIN", "a privatização e dolarização criaram um apartheid econômico no qual um reduzido grupo de famílias" controla bancos, indústrias e a exportação de produtos agrícolas.

"O neoliberalismo foi aplicado a qualquer custo com a venda a empresas estrangeiras dos serviços estratégicos, incluindo os mais rentáveis para o Estado, entre eles, as telecomunicações, a geração e distribuição de eletricidade e os postos de gasolina", acrescenta a agência cubana.

"El Salvador vive das remessas e de uma ou outra regalia que Washington lhe concede por ser seu mais fiel seguidor na região: o único Governo latino-americano" que contribuiu com tropas "para a criminosa invasão ao Iraque", afirma a "AIN".

"Os Governos que dirigiram esse país durante mais de uma década e meia tiveram sólidos laços com os grupos paramilitares surgidos ao calor da guerra suja declarada pelos Estados Unidos na década de 80 do século passado".

Cuba enviou apenas um embaixador à cúpula de San Salvador no lugar do vice-presidente que costumava representar a ilha desde que Fidel Castro deixou de participar dessas reuniões. EFE am/ab/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG