Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Eisa, Transpetro e BNDES assinam contratos para construção de 4 navios

RIO - O Estaleiro Eisa assinou ontem com a Transpetro e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) os contratos de financiamento para a construção de quatro navios do tipo Panamax, no âmbito do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). Com a assinatura dos contratos - que têm valor total de R$ 856 milhões -, o Eisa começará na semana que vem a executar os processos necessários para construção das embarcações.

Valor Online |

RIO - O Estaleiro Eisa assinou ontem com a Transpetro e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) os contratos de financiamento para a construção de quatro navios do tipo Panamax, no âmbito do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). Com a assinatura dos contratos - que têm valor total de R$ 856 milhões -, o Eisa começará na semana que vem a executar os processos necessários para construção das embarcações. O primeiro dos quatro navios deverá ser entregue pelo Eisa até o final de 2012. Cada Panamax terá 70 mil toneladas de porte bruto e 500 mil barris de capacidade de carga. Os demais navios serão entregues em 2013. O Eisa é o terceiro estaleiro, depois do Atlântico Sul e do Mauá, a firmar a eficácia de seus contratos dentro do Promef, o que permite a liberação dos recursos financiados. O estaleiro pernambucano construirá 15 navios no âmbito do Promef, enquanto o Mauá ficou com outros quatro. O Promef foi lançado em 2004 e prevê a construção de 49 navios, agregando quatro milhões de toneladas de porte bruto em transporte marítimo. Já foram assinados contratos para a construção de 33 embarcações, cujas obras somam US$ 3,9 bilhões. As duas primeiras embarcações serão entregues no primeiro semestre deste ano - um navio Suezmax no Atlântico Sul e um navio de produtos no Mauá. (Rafael Rosas | Valor)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG