Agora é oficial. Depois de as fotos da versão definitiva do Camaro vazarem na internet na semana passada, a Chevrolet revelou os detalhes da nova geração de seu cupê retrô.

O Camaro 2010 terá quatro versões: LT, LS, SS e RS. As duas primeiras trarão motor V6 3.6, a gasolina, com injeção direta de combustível, que gera 304 cavalos de potência e torque de 37,7 mkgf. Ambas virão com câmbio manual de seis velocidades e a caixa automática, também de seis marchas, opcional.

Já a configuração SS terá o mesmo câmbio manual, mas propulsor V8 6.2 de 428 cv e 56,4 mkgf de torque igual ao utilizado no Corvette. Haverá, ainda, a RS, opção equipada com uma terceira variante de propulsor. Denominado L99, esse conjunto é associado à transmissão automática e conta com um recurso que desativa até quatro cilindros. O objetivo dessa tecnologia é economizar combustível. Nesta configuração, tem 405 cv e 54,6 mkgf.

Salvo alguns detalhes, o modelo que chegará à linha de montagem mantém as características do protótipo apresentado em 2006, no Salão de Detroit (EUA). São 4,83 metros de comprimento, 1,37 m de altura e 1,9 m de largura. O entreeixos é de 2,85 m.

Em comparação ao carro-conceito, o Camaro recebeu luzes indicativas de direção ao lado dos faróis e perdeu uma pequena entrada de ar na frente do capô. Enquanto retrovisores e maçanetas cresceram em comparação ao modelo conceitual, as saídas de escape diminuíram. Além disso, as luzes de ré foram incorporadas ao pára-choque traseiro. As rodas variam de 18 a 20 polegadas, de acordo com a versão de acabamento.

Por dentro, houve poucas mudanças. A maior é a iluminação do painel. Em vez de amarela, como no conceito, ela é azul.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.