Dono da oitava maior fortuna do mundo, segundo ranking elaborado pela revista Forbes, o empresário Eike Batista deve subir mais algumas posições na lista após a oferta de ações da OSX. Com sua participação de 66% no capital da empresa avaliada pelo mercado em torno de US$ 3,6 bilhões, a fortuna de Eike aumenta para a casa dos US$ 30 bilhões, o que o colocaria na quarta colocação, mantidos os números atuais.

Ele ficaria, portanto, atrás apenas do megainvestidor Warren Buffet, do dono da Microsoft, Bill Gates, e do magnata das telecomunicações mexicano Carlos Slim. A ascensão foi vertiginosa: na lista de 2009, Eike ocupava a 61ª posição da lista, com uma fortuna estimada em US$ 7,5 bilhões.

O avanço de Eike se deu justamente após a venda de ações de empresas controladas por sua holding EBX, como a mineradora MMX, a petroleira OGX e a empresa de logística LLX - a petroleira, notadamente, teve grande valorização no mercado de capitais no últimos ano, com alta superior a 200% em 2009.

O modelo de negócios é semelhante em todos os casos: após identificar empreendimentos com potencial para atrair investidores - minas, poços petrolíferos, portos ou estaleiros - o grupo vai ao mercado levantar dinheiro para desenvolve-los. Além dos negócios com mineração e infraestrutura, o empresário atua nos ramos de saúde, hotelaria e entretenimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.