Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Efeito da crise na China é mais grave que o esperado, diz alto funcionário

Pequim, 13 nov (EFE).- O diretor do Birô Nacional de Estatísticas da China, Ma Jiantang, afirmou que os efeitos da crise financeira mundial na economia do gigante asiático estão sendo mais graves que o esperado.

EFE |

Ma, citado pelo diário "China Information News", acrescentou que a economia chinesa enfrenta também um período de reajuste, fator que, unido à crise financeira mundial, coloca o gigante asiático diante de uma "gigante pressão".

O funcionário disse que é necessário vincular a preocupação com os possíveis riscos existentes à confiança na economia chinesa, e defendeu a adoção de medidas para enfrentar as dificuldades e desafios criados pela crise.

No domingo passado, o Conselho de Estado (Executivo) chinês anunciou uma verba de US$ 586 bilhões para impulsionar o investimento e o consumo interno, uma medida que tem como objetivo criar uma maior resistência contra os efeitos da crise financeira mundial. EFE ub/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG