Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Edifício valoriza até 30% e taxa de condomínio cai

O gerente-técnico do Green Build Council Brasil, Marcos Casado, destaca que todo o investimento feito para se obter o selo verde é recuperado após o início das operações do empreendimento. Além do ganho ambiental, os imóveis com o selo se valorizam de 25% a 30% e as taxas de condomínio caem em torno de 30%.

Agência Estado |

"Os prédios economizam com reaproveitamento da água e racionalização de energia elétrica."

Mas a consultora de sustentabilidade da construtora Método, Ana Rocha Melhado, alerta que muitas edificações podem ser ecologicamente corretas mesmo sem possuir o selo de qualidade internacional. "Temos de tomar cuidado para não exaltar somente quem consegue uma certificação. O importante é que o empreendimento seja sustentável, independentemente se o proprietário quis um selo ou não", diz.

Além do Leed, outra certificação que chegou recentemente ao Brasil e também é bem-aceita é a Alta Qualidade Ambiental (Aqua), que tem por base normas européias e não fica apenas no projeto. Uma das diferenças entre os dois é que a Aqua avalia os empreendimentos em três fases: programa, concepção e realização. O selo faz análise documental e uma vistoria após a conclusão dos edifícios. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG