bom senso para fim da greve - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

ECT diz contar com bom senso para fim da greve

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) informou hoje, em nota oficial, que vem adotando todas as medidas necessárias para a manutenção dos serviços e conta com o bom senso de seus empregados para que retornem ao serviço. Em sua defesa, a empresa argumentou ter concedido abono salarial referente a 30% do salário, durante seis meses (dezembro de 2007 a maio de 2008), para 43.

Agência Estado |

988 funcionários. A empresa informou também que desde junho de 2008 foi instituído um adicional permanente no valor de R$ 260, beneficiando 57.951 empregados internos e externos. De acordo com a ECT, o adicional teve custo total de R$ 390 milhões na folha de pagamento da empresa.

Em assembléias realizadas hoje em todo o País, os grevistas decidiram manter a paralisação iniciada na terça-feira passada, rejeitando proposta do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro River Nogueira de Brito, feita pela manhã, na audiência de conciliação, de suspensão da greve até que o tribunal fizesse uma avaliação mais aprofundada das reivindicações dos grevistas com a diretoria da empresa.

Os funcionários dos Correios reivindicam, entre outras mudanças, o fim do Plano de Cargos Carreiras e Salários (PCCS), implementado em 1º de julho. O Plano permite que funcionários sejam demitidos sob a alegação de baixa produtividade. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), no entanto, afirma que a mudança pode resultar em injustiças, uma vez que o desempenho dos funcionários será avaliado por seus chefes diretos.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG