Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Economistas pedem que cúpula do G20 encontre caminhos para a mudança

Abu Dhabi, 8 nov (EFE) - Analistas financeiros pediram hoje aos países do Grupo dos Vinte (G20) no Fórum Econômico Mundial (FEM), que começou na sexta-feira nos Emirados Árabes Unidos, para não baixarem a guarda e a encontrarem os caminhos para a mudança.

EFE |

"Uma mensagem clara para o G20 após nossas discussões aqui é que os Governos não devem, de modo algum, baixar a guarda neste momento", afirmou o diretor da Escola de Ciências Políticas e Econômicas de Londres, Howard Davies, segundo um comunicado do FEM.

Davies insistiu na necessidade de que a reunião do G20, prevista para o dia 15 em Washington, "deve identificar as direções para a mudança".

A nota acrescenta que os analistas coincidiram em que a crise financeira oferece uma grande oportunidade ao mundo para "reestruturar o sistema financeiro internacional".

Além disso, ressaltaram que a eleição de Barack Obama como novo presidente dos Estados Unidos, assim como a próxima reunião do G20 oferece "novas oportunidades para a liderança na reformulação da estrutura financeira internacional".

A americana Suzanne Nora Johnson, participante no fórum, surgido com o objetivo de introduzir novas idéias para enfrentar os desafios aos quais o mundo enfrenta, assegurou que "os problemas produzem soluções".

"Isto nos dá uma grande oportunidade para encontrar soluções e novas maneiras de olhar o mundo", disse.

Entre sexta-feira e domingo, cerca de 700 analistas acadêmicos, empresariais, governamentais e de ONG distribuídos em 60 comissões estudam em Dubai os "principais problemas internacionais".

Está previsto que os resultados do encontro sejam apresentados na reunião anual do FEM de 2009 em Davos, na Suíça, para ser submetidos a discussões e debates. EFE jfu/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG