Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Economista chefe do BCE sugere novo corte dos juros

O economista chefe do Banco Central Europeu (BCE), o alemão Jürgen Stark, sugeriu nesta sexta-feira que a instituição pode voltar a cortar seus juros para lutar contra a recessão.

AFP |

"Se a análise (dos dados econômicos) permitir, não excluiremos a utilização, mais uma vez, deste instrumento", ou seja, um corte das taxas, declarou em entrevista a uma rádio local.

O BCE já reduziu sua principal taxa em um ponto percentual em um mês, deixando-a em 3,25%. Seu presidente, o francês Jean-Claude Trichet, deu a entender que o BCE não vai parar por aí.

A recessão na zona euro, confirmada nesta sexta-feira, e uma queda rápida da inflação dão argumentos ao BCE para reduzir suas taxas de forma significativa a partir de dezembro, dizem vários especialistas.

O economista Peter Bofinger, membro da equipe de "cinco sábios" que aconselham o governo alemão em sua política econômica, propõe uma taxa diretriz a 2%.

"A taxa diretriz estava nesse baixo nível entre 2003 e 2005. Neste período, a economia da zona euro evoluía muito melhor que hoje", disse Bofinger ao jornal Frankfurter Rundschau.

ilp/lm

Leia tudo sobre: juros bce

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG