Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Economista Brian Setser elogia economia brasileira

Economista do Council on Foreign Relations (Conselho de Relações Exteriores dos Estados Unidos), Brad Setser já passou pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e trabalhou com o agora famoso Nouriel Roubini, o economista que previu mais acuradamente a atual crise financeira global. Estudioso do gigantesco acúmulo de reservas internacionais pelos países emergentes nos últimos anos, Setser acha que o Brasil tem dólares suficientes para se defender da crise, e só poderia ter problemas se a turbulência se agravasse ainda mais e perdurasse por muito tempo.

Agência Estado |

Para Setser, um observador atento dos Brics (Brasil, Rússia, Índia e China), a linha de swap de US$ 30 bilhões estendida pelo Fed (Federal Reserve, banco central americano) ao Brasil é "um prêmio" pela prudência da política econômica brasileira, e significa uma mudança na forma pela qual o País é visto pela comunidade financeira internacional.

Setser considera que a tão propalada mudança da arquitetura financeira internacional já começou, e diz que mais foi feito nessa direção nas últimas três semanas do que no longo período de discussão do assunto que sucedeu as crises financeiras do fim dos anos 90. Ele cita como mudanças profundas, que o deixaram surpreendido, a extensão ilimitada pelo Fed de linhas de dólares ("swaps") para países europeus, e também (de forma limitada) para Brasil, Coréia, México e Cingapura. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: brian setserswap

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG